PPABerlin News (Pindorama Press Agentur Berlin).

Hoje fiquei refletindo sobre um apartheid na possivel história oficial da literatura brasileira.

É inconcebível, que hoje em pleno século XXI, os ditos estudiosos –historiadores da nossa literatura nao conseguem incluir os/as poetas e escritores/as afro brasileros/as na pauta histórica da cultura da escrita artística do país. É como se para essa gente nao existisse uma literatura de expressao afro no espectro das letras brasileiras.

“Suportam” um Cruz e Souza, um Lima Barreto, um Solano Trindade, que na minha visao nao recebem o tratamento de honra que merecem e sao secundárias, apesar da imensa obra desses autores.

Artistas como Cutí, Ele Semog, Conceicao Evaristo, Oubí, Carlos Limeira, Oswaldo de Camargo, um Abdias do Nscimento, por exemplo, sao totalmente desconhecidos das páginas dessa história ofical da litratura brasileira. Assim como desconhecem solenemente a famosa “Coleção Cadernos Negros”, publicação do Quilombhoje, que há mais de 20 anos revela autores e poetas afros…

View original post 855 more words

Advertisements

About Core Truth

Brazilian Bounce Latinfusionmusic Entertainment Tribute To Reggae Music / Power Bossa Jams
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s